KPI: o valor dos indicadores de desempenho em um sistema de gestão

A sigla KPI corresponde ao termo inglês “Key Performance Indicator”. KPI’s são ferramentas de gestão largamente utilizadas por empresas do mundo todo para medir e avaliar o desempenho de seus processos. Com o objetivo de conquistar as metas previamente estipuladas pelas organizações.
Existem diversos tipos de indicadores de desempenho, cada qual com uma finalidade diferente para uma situação. Além de serem poderosas ferramentas de gestão de processos, os KPI’s também funcionam como veículos de comunicação organizacional, pois através deles o desenvolvimento das empresas é compartilhado com todos os colaboradores.
Para medir o desempenho de uma empresa no modelo de gestão dos anos 90 os cálculos eram básicos e levavam em conta apenas investimentos x lucros. Já hoje a profissionalização exige maiores informações para que haja uma gestão planejada e de sucesso, que leva em conta uma série de outros fatores.
A fim de identificar onde está a dificuldade em ser, a gestão da qualidade precisa se apoiar exatamente nos dados mais seguros e esclarecedores fornecidos pelos indicadores de desempenho. Dessa maneira é preciso que os indicadores sejam escolhidos a dedo pelos gestores da organização, já que eles variam muito de nicho para nicho dentro do mercado. De qualquer maneira, para que um indicador de desempenho seja classificado como bom – baseado na revisão 2015 da ISO 9001 – ele deve ser:

 
1. Específico, ou seja, ele deve melhorar ou piorar somente pela influência do que estamos medindo, caso contrário, tudo seria desculpa.
2. Mensurável. Deve ser possível converter o desempenho em números, por exemplo, a beleza do seu produto não é mensurável, mas o resultado de uma pesquisa na qual os seus clientes avaliam a aparência dele sim.
3. Aplicável. Deve estar ao alcance dos gestores do processo, usar a taxa do dólar como indicador não vai adiantar em nada para a melhoria do seu processo, visto que nada se pode fazer para mudar isso.
4. Relevante, ou seja, quando ele melhora, a percepção de qualidade do cliente também melhora.
5. Tempo. O indicador deve ser em função do tempo para ser bom, por exemplo: Satisfação do cliente em 2015 ou índice de reprovações por dia.

 

A importância dos KPI’s
Os Indicadores de desempenho são usados para o monitoramento das atividades da empresa. Servem para rastrear e seguir o andamento do processo, coletando informações relevantes e disponibilizando-as de forma acessível para que os gestores estudem e tomem as decisões corretas. Isso traz eficiência e eficácia aos processos e, consequentemente, resultados positivos para a empresa.
Para gerir uma empresa de forma estratégica, é preciso reunir uma variedade de indicadores de desempenho que possibilitam ao gestor a tomada de decisões mais assertiva. É por meio desses indicadores que problemas são facilmente identificados, fazendo com que o alinhamento estratégico da empresa gere resultados positivos.

 

Os indicadores de desempenho e a gestão de qualidade
Com a constante evolução tecnológica, os sistemas de gestão estão cada vez mais integrados aos diversos setores de uma empresa. Ao serem abastecidos com dados fiéis e de qualidade, essas soluções de gestão empresarial são capazes de compilar simultaneamente diversas informações e gerar dados que facilitam uma gestão estratégica e inteligente dos negócios.

 

KPI o valor dos indicadores de desempenho em um sistema de gestão

, , , , ,